Associação Acredita Portugal FACEBOOK
BLOGUE INSCREVA-SE NO CONCURSO APOIAR
Blogue

sábado, 16 de agosto de 2008

Maratona Acredita: Dia 7

É notável o altruísmo das gentes do nosso Portugal. Ao Zé Miguel, não só lhe oferecem gentilmente comida como guarida. Pão, fruta e água são autênticas dádivas. Contudo, o Zé Miguel prefere dormir ao relento, com a terra como cama e o céu como telhado. Possui um cobertor pois correr com uma tenda seria insuportável. O corpo encontra-se ainda frágil, o coxear reaparece nos momentos mais difíceis do trajecto, tendo feito inclusive uma bengala com ramos de pinheiros selvagens. A inflamação por detràs do joelho esquerdo continua, assim como na virilha do mesmo lado. O agravar das lesões pode comprometer a corrida. Em Penela começou a sua viagem diária, até 10 km a Norte de Tomar, onde dormiu num descampado e acordou com uma tímida chuva ribatejana a beijar-lhe o rosto.

4 comentários:

Rita disse...

Bolas, o rapaz é duro! Então ainda há pouco ia na Póvoa de Varzim... Já vai em Coimbra?!? Parabéns!

Eduardo disse...

Eu tambem o vi para os lados da Chamusca! Força amigo.

José Pedro - Coímbra disse...

Não ia melhor de carro?

Ruben disse...

Força nisso rapaz! Podes contar com o meu apoio